Ele está de volta (filme)

Um filme que traz um estranhamento pela linguagem a princípio. A mistura de ficção com partes de entrevistas em um quase documentário de um povo e suas posições sobre os questões atuais e recorrentes. Não é algo novo ou inédito, lembrou um pouco a linguagem do Borat, por exemplo, mas com diferenças. Mas é realmente atordoante ver algumas posturas das pessoas entrevistadas em relação ao “personagem” Hitler. em vários momentos eu me questionei como aquela imagem não era vista como algo absurdo e impensável, e de que forma era possível rir ou sequer achar graça daquela figura. (mais…)

The Ouija Experiment

Tem alguns filmes que a gente meio que entra numa conversa e acaba vendo, mesmo sabendo que vais ser ruim, mesmo com a certeza de que vai ser uma total perda de tempo e de vida. Mas quem nunca, não é mesmo?

E eu tenho um mestre de me fazer passar por isso em casa. E ele tem um dom para escolher alguns filmes que vão me dar vontade de chorar, dormir, ou simplesmente ir fazer qualquer outra coisa no mundo só para poder fugir daquela experiência. Um exemplo bem real e triste disso foi ver o filme The Ouija Experiment. (mais…)

Floresta Maldita

imagesSinopse:

Thriller sobrenatural que se passa na lendária floresta Aokigahara, situada na base do Monte Fuji, no Japão, conhecida como a floresta dos suicidas. Neste cenário literalmente incrível, Sara (Natalie Dormer) uma jovem americana vai em busca de sua irmã gêmea, que desapareceu misteriosamente nas perigosas trilhas da floresta. Apesar das advertências de todos Sara entra na floresta determinada a descobrir a verdade sobre o destino de sua irmã.

Trailer

(mais…)

Os vórtices de leitura.

Das pequenas alegrias de você se entregar a uma história que uma outra pessoa criou. A leitura permite viajar por lugares e emoções, experimentando o que talvez não viesse a fazer parte da nossa vivência. Eu confesso que sou um bichinho difícil de me entregar totalmente, mas também, quando acontece é uma entrega completa. Não sou do tipo que consegue fazer maratona de leitura, ler em uma sentada ou ler ininterruptamente.
Um dos meus maiores problemas é a minha facilidade de dispersar, além disso também tenho séries e filmes que me roubam um pouco dos livros. Mas acredito que isso não me faz pior leitora do que os demais, acredito que cada um tem seu ritmo e seu modo – como tudo o mais na vida. (mais…)

Você verá se olhar… Babadook

Depois de um trailer levemente estranho, ficou a vontade de ver mais para entender melhor. E encontrei um filme que mistura terror, suspense, drama e aquele toque do horror de não saber ao certo do que vem o medo.

Sinopse:

Seis anos já se passaram desde a morte de seu marido, mas Amelia (Essie Davis) ainda não superou a trágica perda. Ela tem um filho pequeno, o rebelde Samuel (Noah Wiseman), e tem dificuldades para amá-lo. O garoto sonha diariamente com um monstro terrível e ao encontrar um livro chamado “The Babadok” reconhece imediatamente seu pesadelo. Certo de que Babadok deseja matá-lo, o menino começa a agir irracionalmente, para desespero de Amélia.

Um filme Australiano, que não traz rostos conhecidos da grande maioria, produzido em 2014 e que já entrou para o catálogo do Netflix ainda em 2015. O tema pode parecer batido, mas não é . A estranheza com que a relação mãe e filho se apresenta, a dificuldade de Amélia demonstrar  amor por Samuel e a presença constante da perda e da dor já nos apontam que algo a mais será desenvolvido. Em vários momentos a câmera se posiciona próxima dos personagens, mas dando uma subjectividade que entrega a estranheza e as emoções ambíguas que vão se manifestando. (mais…)

Sobre a vida e os 30’s

Sobre a série:

A série acompanha a vida, nos âmbitos pessoal e profissional, de Dev (Aziz Ansari), um ator de 30 anos de Nova York que tem problemas para decidir o que quer comer, mas não para decidir qual caminho quer seguir para o resto de sua vida. Ambiciosa, divertida, cinematográfica e intensamente pessoal, a história de Dev o leva a mergulhar em diversos temas, desde direito dos idosos à rotina dos imigrantes em um país estrangeiro.

Eu ouvi recomendações dessa série no podcast Um Milk Shake Chamado Wanda, mas foram muito breves na temática e nos assuntos tratados nela. Demorei, enrolei, mas lá fui eu conferir. (mais…)

Série: Suspense e segredos em Broadchurch

Ainda na linha “Por que eu não tinha visto isso ainda?”, segue uma grata descoberta que muito provavelmente passou desapercebido pelo radar de muita gente. A série britânica BROADCHURCH, originalmente do canal ITV, aqui no Brasil está passando pelo +Globosat.

Engatei um episódio aleatório, por distração ao mudar de canal, acabei ficando pela curiosidade de ver o David Tennant, acabei me surpreendendo e assistindo dois episódios consecutivos do meio da trama. Fiquei intrigada e busquei os primeiros e encontrei no serviço de streaming da Globosat, ou seja, dá para acompanhar a primeira temporada tanto na TV quanto pelo streaming – dentro da legalidade e sem aqueles perrengues. Pelo que entendi, várias operadoras disponibilizam o canal nos pacotes, foi só entrar com o usuário e senha da operadora para ter acesso. (mais…)

Antes tarde do que nunca, KINGSMAN

Além da lista de filmes que quero ver e da lista de filmes já vistos, estou me especializando na lista de filmes “por que não vi isso antes?”. Os motivos podem variar para entrarem nessa lista, algumas vezes sou eu fugindo do hype para evitar as expectativas (isso geralmente mata a experiência). Mas às vezes é a falta de interesse no momento, ou aquele momento ter outra coisa em mente e deixar para depois e esse depois demorar um pouco.
Enfim, pode ser chato isso, mas é bom também. Sinal que eu realmente gostei e não que fiquei animada pelo momento e tal. Às vez acontece de você precisar de um tempo para “amadurecer o filme”, pelo menos no sentido de se preparar melhor, para digerir o produto final. Já aconteceu de ter estranhado o filme e só aprender a gostar muito depois numa outra revisitada, ou depois de ler mais sobre o conceito da criação entre outros pontos.

Assim foi com o o filmes KINGSMAN – The Secret Service (Kingsman – O Serviço Secreto), lançado em 2015 e que eu só fui assistir agora em 2016. (mais…)

Matutando sobre Batman V Superman

O filme exige que saiamos da zona MARVEL para começar a conversa. Feito isso, precisamos trabalhar o desapego do atores que já passaram pela franquia e mesmo reconhecer as homenagens a eles.
São novos personagens e novos ou primeiros encontros, precisamos estar com isso em mente… Isso e uma baita suspensão de descrença (sim, mesmo em se tratando de filmes de heróis aplico essa regrinha).

Filmes da DC geralmente tem um pegada diferente – então não podemos comparar. (mais…)

DEADPOOL

Eu não sou a pessoa mais entendida de HQs do mundo, confesso que conheço apenas os personagens que vão para as telonas. Geralmente acabo indo assistir pela farra e por gostar de consumir esse tipo de filme. Mas geralmente é aquela coisa mainstream dos mesmo heróis de sempre e algumas sagas de HQs com adaptações (bjos para esse lindo universo MARVEL). Ou mesmo aquelas sagas que aprendi a amar com as animações, caso de X-Men.
Mas como a vida é uma caixinha de surpresas, assim é o mundo de adaptações de HQs (mais…)

%d blogueiros gostam disto: